Tendências dos Recursos Humanos em 2019


Em 2019, a gestão dos Recursos Humanos nas organizações e nas empresas vai ser definida em função da adoção de processos e meios tecnológicos, passando também pela gestão de talentos, valorização e satisfação pessoal dos colaboradores. Prevê-se que uma maior humanização das empresas acompanhe uma crescente automatização dos processos e tomadas de decisão, como vamos ver de seguida.

Automatização
Ferramentas digitais, como o People Analytics, que agregam o Big Data ao Business Intelligence, plataformas de automatização robótica e a introdução de ferramentas de IA permitem o tratamento de uma maior quantidade de informação, a otimização de processos e a redução do tempo de trabalho dedicado a um projeto.

Para serem verdadeiramente competitivas, as empresas terão de adotar estas ferramentas e, para esse efeito, os Recursos Humanos serão vitais, permitindo às empresas, através de perfis de recrutamento e modelos de absentismo e de adaptação, entender e prever o comportamento dos seus colaboradores, de forma a poder estimulá-los. A automatização dos processos através de novas tecnologias digitais será, cada vez mais, um fator diferenciador. O recrutamento inteligente irá permitir uma melhor alocação de recursos e fortalecer o conhecimento entre as empresas e os seus colaboradores.

Humanização
Os colaboradores dão cada vez mais importância aos valores defendidos pelas empresas que representam. Desejam sentir-se felizes e motivados no dia-a-dia. A sua realização pessoal é fulcral para a sua produtividade. Há cada vez mais empresas conscientes deste facto e os Recursos Humanos vão desempenhar um papel essencial na implementação destes novos padrões, articulando a relação entre os colaboradores e as empresas.

O bem-estar físico e mental dos colaboradores também será levado cada vez mais em conta, através da oferta dos mais variados benefícios, como o acesso a ginásios, meios de transporte, cuidados médicos e conselhos sobre nutrção.

Os colaboradores são o maior ativo das empresas e a sua centralidade no seio das estruturas empresariais é determinante nos dias de hoje. A crescente relevância das soft skills nos RH é um bom exemplo da humanização das relações laborais e da relevância das competências interpessoais e sociais nos processos de recrutamento.

Liderança
As empresas têm cada vez uma maior consciência da importância da gestão de liderança. Em 2019, uma cultura empresarial com valores de excelência só é possível com líderes verdadeiramente empáticos e carismáticos. O líder de hoje em dia, não só orienta a sua equipa para o sucesso, como também aprende constantemente com ela, valorizando, motivando, estimulando e inspirando diariamente todos em seu redor.

Branding
Através da conceção de campanhas de marketing e de uma relação estreita e permanente com as tendências que animam as redes sociais, o Branding será sempre um fator de proatividade das empresas na construção e disseminação da sua narrativa, permitindo-lhes controlar a perceção que o mercado cria sobre si e usá-lo como uma útil ferramenta em processos de recrutamento para atrair o talento de colaboradores diferenciados.

A Eurofirms apostou nesta maneira de estar desde o início. Os valores humanos fazem parte do dia-a-dia da empresa, o que a torna socialmente sustentável; a fórmula: pessoas, inovação e excelência. A cultura empresarial da Eurofirms baseia-se em colocar as pessoas que integram a organização, no centro da organização, o que nos permite fazer um trabalho bem feito e oferecer um serviço de qualidade aos nossos clientes e candidatos.

Receba todas as notícias acerca da People First