A experiência do Colaborador é o futuro do trabalho


Centrar-se no Colaboradore e “ser digital” é mais do que intregrar novas soluções de RH na empresa. Exige uma nova forma de pensar e habilidades tecnológicas totalmente orientadas para o colaborador, de acordo com Jeanne Meister, sócia fundadora da Future Workplace e redatora de Tendências de Recursos Humanos, Talento e Aprendizagem na Forbes.
Segundo a autora, em 2017 os Recursos Humanos já deverão estar orientados para os seus colaboradores e munidos de tecnologias, para que consigam oferecer experiências únicas, centradas nas pessoas de forma personalizada, convincente e memorável.

10 tendências para a Transformação dos Recursos Humanos

O futuro, sem qualquer dúvida, passa pela experiência do colaborador e este é o ano de transformação dos RH em direção a um modelo ágil e centrado no trabalhador como consumidor. Neste sentido, Meister apresenta as 10 tendências mais relevantes na Gestão do Talento e dos Recursos Humanos para este ano:

1. Centrar-se em criar experiências atrativas para os funcionários.
Os RH deverão trabalhar juntamente com os restantes departamentos de forma a criar experiências atrativas para os colaboradores, integrando os valores e a cultura da empresa no local de trabalho. Irá assim ser mais fácil reter os colaboradores, num mercado competitivo e marcado pela procura de novos talentos.

2. Agilizar o recrutamento e formação dos Colaboradores.
O processo de recrutamento, aprendizagem e formação dos colaboradores deverá ser substancialmente mais fácil e prático, permitindo uma maior rapidez nos processos e capacidade de gerir imprevistos.

3. Criar novos espaços para promover a cultura da empresa.
Os colaboradores deverão ter a possibilidade de adaptar o seu local de trabalho em função da tarefa que realizam, bem como ter novos espaços onde possam socializar e trocar experiências. Não só aumenta o compromisso para com a empresa, como também aumenta a motivação e produtividade.

4. Aplicar uma visão de “Marketing do Consumidor” nos Recursos Humanos.
Cada vez mais os Recursos Humanos vão usar ferramentas de marketing para criar experiências atrativas para os trabalhadores, de forma a ajudá-los na sua integração, formação, motivação e dedicação.

5. Experimentar Chatbots nos Recursos Humanos.
Utilizar programas de inteligência artificial que simulam conversas escritas ou faladas através de chats para criar experiências de conversação converter-se-á na nova interface digital aliada dos RH.

6. Planificar uma força laboral combinada.
A foça de trabalho do futuro será uma mistura de funcionários a tempo inteiro e consultores, contratantes, profissionais independentes, funcionários a tempo parcial, etc. Os responsáveis de RH devem começar a planificar esta mão de obra combinada e a preparar-se para poder gerir tudo de forma correta.

7. Desenvolver opções de mobilidade.
Serão levadas a cabo formas inovadoras de proporcionar desenvolvimento profissional digital aos trabalhadores graças a plataformas de mobilidade que lhes permitirão experimentar novas funções e melhorar as suas habilidades mantendo os seus postos de trabalho.

8. Investir no bem-estar dos Colaboradores.
Os trabalhadores aspiram ao bem-estar e as empresas trabalharão afincadamente para proporcionar um bom ambiente, tendo em conta o bem-estar profissinional, financeiro e pessoal.

9. Centrar-se no desenvolvimento da equipa e não apenas no desenvolvimento individual.
Tradicionalmente, os RH centram-se nos colaboradores de forma individual, mas o centro das atenções mudará e apontará para a capacidade de desenvolver a inteligência de equipa, bem como entender o que é que faz com que as grandes equipas obtenham resultados excecionais.

10. Preparar-se para os novos papéis nos Recursos Humanos.
Os Departamentos de RH precisarão de perfis mais especializados e técnicos, que sejam capazes de aliar o marketing de consumidor à digitalização para criar experiências personalizadas para os trabalhadores através de inteligência artificial.

Receba todas as notícias acerca da People First